Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
05 de outubro de 2018, às 19h56min
Realizada
Paulista - PE

Alegação de autorização de contratos de serviços sem provar download de aplicativos ou algum consumo

Em 16/05/2018 por volta das 09h51min AM, recebi em meu celular uma ligação do número 01137380100 de alguém da UOL mim oferecendo ofertas grátis de serviços oferecidos por esta empresa. Que estes serviços no primeiro mês seriam grátis, e que só haveria cobranças após o usuário baixar alguns aplicativos que eles enviariam através do meu e-mail, e caso não fosse instalados esses aplicativos, não haveria nenhuma cobrança. No primeiro momento desta conversa, mesmo com estas vantagens oferecidas, foi demonstrado de minha parte que eu não tinha nenhum interesse. Mais insistentemente e mesmo sem eu querer, e já querendo encerrar a ligação a pessoa mim pediu para que eu confirmasse alguns dados, acredito eu, que ela já tinha em mãos por eu já ter cadastro no PagSeguro da UOL e em seguida encerramos a ligação.
Para minha surpresa ao visitar o meu antigo endereço no mês de julho de 2018, sou informado pelo usuário atual, que existe uma correspondência endereçada em meu nome. Ao verificar esta correspondência verifico que é um boleto de cobrança de R$ 87,50 com vencimento em 12/07/2018 relativo a estes serviços jamais contratados e nunca utilizados. Ato contínuo ligo para central de relacionamento, (Protocolo 551528510)neste momento nada foi solucionado e previsto que em 26/07/20018 eu receberia uma ligação de alguém do setor financeiro, também mesmo após essa ligação nada foi resolvido. Agora mais uma vez, no mês de agosto outra cobrança indevida relativa ao mês anterior mais o mês atual totalizando R$ 176,75. Então estou querendo informações de quem de direito dentro desta empresa é capaz de resolver esse impasse, porque em ligações para a central de relacionamento ninguém explica como cancelar essa cobrança, de serviços não autorizados feitos contra o meu querer. As explicações que mim transmitem esses atendentes é que eu autorizei e que o processo de cobrança está correto. E que está legal e que nada podem fazer.
A pergunta que fica é que eu tenho que pagar uma cobrança não autorizada em momento nenhum desta infeliz ligação recebida de alguém com segundas intenções de obter lucros de forma injusta, sem prestação de serviço algum.
Em uma última resposta obtida sobre o assunto transcrevo a mensagem da empresa:
Resposta da Empresa
01/10/18 às 14h14
Olá Ademir , Boa tarde!
Conforme contato agora pouco , passei esclarecimentos o qual são devidos os valores , foi auditado o contato da venda , constamos que foi autorizado em ligação.
Realizamos todos os procedimentos , afim de buscar uma resposta para este caso.
Ressalto que a nossa Central de Atendimento está a disposição através dos telefones informados abaixo, ou, se preferir, envie-nos um e-mail ou acesse o chat pelo nosso site: www.uol.com.br/sac em Tire suas dúvidas ?
Atendimento 24 horas 4003-2002 ou 0800 771 7774
Como resposta ao descaso desta empresa estou respondendo:
Esta resposta dada não convence, porque conforme eu lhe falei e explico na reclamação e volto a enfatizar novamente, mim prove a existência de algum serviço por mim utilizado. Jamais autorizei em nenhum momento a contratação de qualquer serviço, nem mesmo no período de gratuidade informado e muito menos nestas cobranças indevidas. E em momento nenhum teve autorização de contrato de serviço em qualquer ligação telefônica. O que está havendo é um mal entendido que agora vocês querem que eu pague um serviço que foi oferecido por eu ter um cadastro antigo no PAGSEGURO da UOL, de um endereço que eu morava anteriormente e de um cartão de banco cadastrado sem validade e que alguém mim sorteou para ser mais um cliente [alterado automaticamente pelo denuncio] pela suas insistências através da ligação telefônica. Mais como o cartão não estava mais autorizado e válido, para complementar o objetivo da cobrança, agora vocês estão achando que não se deram bem e querem se redimir através destas cobranças indevidas. Qualquer empresa que tenha um mínimo de seriedade, e que tenha compromissos honestos com os seus clientes e consumidores deveria ter mais controles sobre estes fatos e não simplesmente cobrar sem verificar se houve utilização ou consumo dos seus dados.

Resposta da Empresa:
09 de dezembro de 2018, às 19h36min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!