Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
05 de fevereiro de 2017, às 19h47min
Realizada
Brasília - DF

CANCELAMENTO DO CONTRATO Nº 30460560 POR MOTIVO DE ARREPENDIMENTO ART. 49, DO CDC E ART. 12 § ÚNICO DELIBRAÇÃO NORMATIVA Nº 378 DA EMBRATUR

No dia 03/02/2017, estava junto com meu esposo e meus três filhos em um momento de lazer, no Aqua Park Di Roma de Caldas Novas, e após somente uma hora de termos chegado ao local fomos abordados por pessoas ofertando brindes, como almoço para toda família, diárias grátis, bolsas de viagem, somente para asssitirmos a 50 minutos de uma apresentação. Relutamos, a princípio, mas os vendedores nos abordaram por diversas vezes, chegando a nos seguir e quando enfim resolvemos ceder a insistência e fomos pegar nossas coisas e crianças ele nos acompanhou durante todo o percurso até uma sala onde asssistiríamos a tal apresentação. Não tivemos tempo de trocar as crianças e nem nos trocarmos, fomos todos com roupa de banho molhadas. Seguimos para o atendimento em uma sala com diversos vendedores do programa de férias Di Roma Vacation Club, onde fomos sabatinados sobre nossos dados pessoais e financeiros e todas as vantagens do programa durante pelo menos 3 horas, das 11h às 14h, com nossas crianças em um espaço separado, de roupa de banho molhadas, em um ar condicionado congelante, não conseguíamos nos desvencilhar do assédio, para se ter uma ideia, o supervisor que fecha os valores do contrato usou até fotos pessoais de suas viagens com a família para nos convencer, preocupados com almoço das crianças e o frio, cedemos a proposta de compra do tal programa de férias, e quando apresentei dúvidas, nos separaram, levaram meu esposo e filhos para o restaurante com a desculpa que perderíamos o almoço de brinde e assim, em todas as minhas questões o supervisor de venda rebatia com argumentos. Quando eu quis a opinião do meu esposo na conferência do contrato, pois além do contrato, assinamos mais 11 termos de verificação de contrato, me seguiram até o meu esposo que estava com três crianças almoçando ás pressas para retornar e ao ouvir os contra argumentos do supervisor de vendas, ele concorda com a assinatura e daí vem uma terceira pessoa com um gravador e grava um protocolo de contrato novamente com a nossa voz. Mesmo relutante, após 3:30 sendo instigada a tal compra cedi e assinei o contrato, no restaurante do Park, não mais no local de vendas. À noite, já no Hotel, fui verificar o contrato e reler, daí veio a surpresa, de vários pontos que foram falados pelo vendedor, como por exemplo, de que a tabela de pontos era fixa, de que teríamos de 20 a 50% de descontos na alimentação quando contratássemos os hotéis através da RCI, espécie de agência de viagem particular do programa, e no contrato havia outra coisa, tabela flutuante, e descontos de 10% na alimentação, além de possibilidade reajuste de valores de taxas, informadas pelo vendedor como fixas também. Fui então aos sites de reclamação, no Reclame Aqui, várias denúncias. Imediatamente arrependi-me da compra. Imediatamente, após menos de 5 horas, enviei um email para o cac da empresa comunicando o meu pedido de cancelamento do contrato e de todas as cobranças feitas e futuras, respaldada pelo art. 49 do Código do Consumidor, bem como do art. 12, §1º da Deliberação Normativa nº 378, da Embratur. Ambos preveem tanto o direito ao arrependimento do consumidor no prazo de 7 dias da assinatura, quanto a obrigação de cláusula no contrato constando esse direito, no contrato não consta essa cláusula. No dia seguinte, ainda compareci pessoalmente ao local em que foi realizado o contrato, e ao solicitar o cancelamento imediato do contrato e a devolução do valor de R$ 669,00, debitados da conta do meu esposo como a entrada cobrada , ao que fomos atendidos por uma funcionária, em outro sala, pois não poderíamos mais falar com o vendedor que nos vendeu, nem com o supervisor. Essa funcionária nos negou imediatamente a possibilidade de desistência por arrependimento, e afirmou que a partir de agora o que valia era o contrato feito há menos de 24h, multa de 27% sobre o valor total do contrato. Diante do histórico das reclamações semelhantes e da falta de compromisso com a verdade da empresa, estou publicando essa reclamação, já enviei solicitação de cancelamento para o email do cac da empresa, abrirei amanhã reclamação dos meus direitos, junto ao PROCON-DF, e no Juizado Especial, caso não seja atendida minha solicitação de cancelamento pela empresa, buscarei os meios judiciais, exigindo além de tudo, reparos por todos o constrangimento gerado para mim, para a saúde e bem-estar dos meus filhos, pois isso aconteceu no nosso 1º dia de descanso o que gerou um transtorno psicológico, emocional e sem falar no financeiro, e acabou com o nosso descanso e só nos trouxe preocupação. No aguardo de uma posição imediata da empresa, conto com o Reclame Aqui. No caso de haverem mais pessoas que passaram pela mesma situação e se viram em meio a essa [alterado automaticamente pelo denuncio], deixo meu contato para nos juntarmos em uma futura ação contra a empresa e seus métodos (61) 981590819.
Resposta da Empresa:
24 de setembro de 2018, às 11h12min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!