Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
03 de agosto de 2017, às 20h25min
Realizada
São Paulo - SP

cancelamento ilegal do contrato e sem aviso previo

Em 2012 comprei um pacote sky livre que incluía o equipamento, instalação, suporte remoto, sinal permanente e "eterno" dos canais de tv aberta. Qual não foi minha surpresa no dia 28/07/2017, após 2 meses de ausência, ao ligar a tv constatei que não tinha sinal. Após os procedimentos de praxe, liguei na central da sky e depois de 12 ligações sem a volta do sinal e só falando com uma maquina, consegui falar com uma atendente que me informou que meu pacote sky livre havia sido cancelado definitivamente pois não fiz um recadastramento obrigatório e anual. Tentei argumentar que ninguém, em momento algum nesses 5 anos havia me falado em recadastramento anual obrigatório e que não havia recebido nenhum comunicado da sky neste sentido e que eles não podiam cancelar um contrato, que foi vendido como sendo de validade eterna em sua integralidade , unilateralmente. A atendente me informou que já haviam cancelado meu pacote e que se eu quisesse novamente o sinal teria que pagar uma mensalidade. Pedi para falar com um supervisor que me disse que o cancelamento do contrato era previsto numa clausula e que eu havia rompido o contrato ao não recadastrar e que não teria mais o sinal sky livre a não ser que pagasse uma mensalidade por um novo plano. Ora isso é um [alterado automaticamente pelo denuncio]. Retiraram algo que me pertence sem meu consentimento, isso é [alterado automaticamente pelo denuncio]. E querer cobrar uma mensalidade para devolver o sinal é uma [alterado automaticamente pelo denuncio]. Exijo o imediato retorno do meu sinal sky livre e o ressarcimento do meu prejuizo por danos morais. Este tipo de [alterado automaticamente pelo denuncio] é previsto no código do consumidor e no código penal .
Protocolo na Prestadora: 201739925008171
Resposta da Empresa:
17 de outubro de 2017, às 20h20min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!