Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
17 de julho de 2014, às 15h30min
Realizada
São José dos Campos - SP

Demora excessiva em reparar veículo segurado que sofreu sinistro

Em 03 de janeiro deste ano (há mais de sete meses), tive o veículo sinistrado. De imediato, comuniquei o sinistro à Brasil Veículos (BB SEGURO AUTO). Foi quando começou o meu sofrimento. A atendente orientou-me a registrar um Boletim de Ocorrência, o que fiz, e levar o veículo para vistoria num posto da MAPFRE, em São José dos Campos. Fiquei espantado, porque nunca firmei contrato de seguro com essa seguradora terceirizada. Feita a vistoria, o agente da MAPFRE me fez escolher uma dentre sete oficinas credenciadas. Argui se não poderia mandar para a concessionária, no caso a Fiat Itavema, mas fui tolhido sob o pretesto que, se o fizesse, não teria a garantia de seis meses, dada apenas se o conserto fosse realizado numa das oficinas indicadas. Na segunda-feira seguinte, uma vez que o sinistro ocorreu no final da tarde de sexta-feira, levei o carro para uma das oficinas credenciadas, a Perfomance Car, o que fiz aleatóriamente, pois que, residinto há poucos meses em São José dos Campos, não conhecia nenhuma das limitadas opções oferecidas. Foi tratado com o proprietário da oficina, que o serviço ficaria pronto em DEZOITO DIAS ÚTEIS, DESDE QUE A MAFRE NÃO DEMORASSE A LIBERAR AS PEÇAS. Passado quase um mês, no dia 03 de fevereiro, fui retirar o carro na oficina. Fiquei estupefato ao verificar que o veículo estava num canto da oficina, todo empoeirado, e que não recebera qualquer cuidado, nenhum serviço havia sido realizado. Desde então, passei a dirigir reclamações ao SAC e Ouvidoria dio Banco do Brasil, de quem contratei o serviço de seguro. Registrei reclamação até na SUSEP, mas tudo em vão. Tanto a BB SEGURO AUTO quanto a MAPFRE, permaneceram indiferentes aos meus pedidos. Afinal, só desejava obter um serviço pelo qual havia pago. Essa atitude desidiosa perdurou por MAIS DOIS MESES, alem do prazo contratual em que a seguradora se obriga a reparar o veículo Ao final de três meses, desde a entrega do veículo à oficina, finalmente, retirei o veículo. Todavia, do reparo mal feito, resultaram diversas falhas, o que me fez voltar à oficina por mais três vezes, até que desisti e, após nova reclamação no SAC do BANCO DO BRASIL, fui orientado a retornar à MAPFRE para uma Vistoria de Qualidade. Após a vistoria da qualidade, a MAPFRE me fez escolher outra oficina credenciada. Escolhi a Funiartes, para onde levei o meu veículo com a nova Ordem de Serviço da MAPFRE. Na Funiartes, o proprietário me afirmou que o reparo apenas melhoria o aspecto do veículo, pois que as portas não poderiam ser alinhadas corretamente, uma vez que o teto substituido fora soldado fora do gabarito. Pois bem, ainda restava a troca dos vidros laterais que foram riscados na Performance Car e outros serviços, incluindo o alinhamento das portas. Até agora, decorridos mais de SETE MESES desde que o veículo foi levado à primeira oficina, o que se deu em 06 de janeiro, meu carro ainda não foi adequadamente reparado. Alegam que não há peças no mercado, o que é uma tremenda mentira, mesmo porque esse problema não seria meu, na condição de segurado, mas sim da seguradora do BANCO DO BRASIL. Para demonstrar a inverdade, pedi e obtive um orçamento dos vidros na concessionária Itavema, há mais de um mês, ocasião que recebi a confirmação da disposição das peças no mercado. Para não me alongar mais, para o que não faltaria motivo de continuar a reclamar, encerro por aqui essa denúncia. Se não resultar em nada para mim, terei que recorrer à Justiça. Fui obrigado a arcar com elevadas despesas com carro alugado, com o pagamento de seguro por três meses, sem que pudesse usufruir do meu bem móvel segurado, ter pago 3/12 de IPVA e outras despesas mais, com o veículo parado em oficina. Ao menos sirva esta denúncia para alertar outros incautos consumidores, para que não caiam na VERDADEIRA [alterado automaticamente pelo denuncio] QUE É A BB SEGURO AUTO.
Resposta da Empresa:
21 de março de 2019, às 21h55min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!