Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
20 de junho de 2012, às 23h24min
Realizada
São Paulo - SP

DICICO SE NEGA A ESTORNAR COMPRA CANCELADA A 15 MESES !!!

Fiz uma compra em 29/03/2011 na DICICO Unidade Brás (Av. Alcântara Machado, 1.993) com pagamento parcelado através de cartão de crédito (Mastercard). Antes mesmo da entrega entrei em contato pelo tel. 11 2790-4720 para cancelar a compra. Na ocasião fui atendido pelo funcionário Rafael do SAC, que disse ter processado o cancelamento, mas eu teria que comparecer a loja para assinar e efetivar o pedido. Esta visita foi prontamente feita. Embora feito o cancelamento na loja, a fatura com vencimento em 08/05/2011 apresentou o valor de da primeira parcela. Ao entrar em contato com o SAC da loja, fui informado pelo funcionário Rafael que seria normal constar o débito da primeira parcela, mas que na fatura seguinte seria gerado o crédito total. A fatura foi paga, desconsiderando o valor desta parcela. Para minha surpresa, ao receber a fatura do mês seguinte, notei que constava o valor da primeira parcela, acrescido de encargos (financiamento + moratória). Fui até a loja e pessoalmente fiz a reclamação ao Sr. Rafael, que disse ter tomado as providências via procedimentos internos para solucionar o problema. Nesta ocasião, deixei claro ao funcionário que não pagaria os valores indevidos, pois, entendo por não ser correto pagar por uma compra cancelada, se já não bastasse estar com o limite de crédito do cartão comprometido pelo valor total da compra cancelada e não estornada. Em outra ocasião de cancelamento de compra, em estabelecimento muitíssimo menor que a DICICO, o procedimento de cancelamento foi feito pelo estabelecimento que enviou a solicitação de cancelamento a administradora do cartão, via carta, que gerou crédito total da compra, assim como, crédito pelos encargos cobrados indevidamente. Em 02/03/2012 estive novamente na loja DICICO Brás para tentar mais uma vez resolver esta situação e obter o respectivo estorno total composto de valor principal acrescido de juros e mora. Nesta ocasião fui atendido pela supervisora Daniela Bernardoni (RG. 29.756.406-7), a qual informou que o funcionário Rafael não mais integra o quadro de funcionários da empresa, e que iria passar o assunto ao departamento financeiro para a conferência dos cálculos apresentados por mim nesta data (02/03). Por falta de qualquer tipo de contato por parte da DICICO, retornei a loja em xx/06/2012. Para minha surpresa a Sra Daniela Bernardoni me informou que a DICICO poderia estornar o valor original, porém, NÃO estornaria qualquer custo gerado pela administradora do cartão (encargos). O descaso desta empresa DICICO fez com que meu débito junto ao carão de crédito seja na data de hoje (20/06/2012) cerca de R$ 3.500,00. Ou seja, inviabilizou a utilização de meu cartão. Estou sendo extremamente prejudicado financeiramente !!! Desta forma só me resta buscar o PROCON, entrar com uma ação no juizado de pequenas causas e divulgar meu extremo descontentamente via DENUNCIO, RECLAME AQUI, entre outros canais de comunicação. NÃO COMPREM NA DICICO. O SERVIÇO DE ENTREGA É PÉSSIMO, MESMO COM A COMPRA CANCELADA TENTAM ENTREGAR A MERCADORIA..... NÃO ESTORNAM O VALOR DA COMPRA. COMO POSSO DENOMINAR ESTE ATO ??? PARA NÃO PASSAREM POR ESTE TIPO DE DESCONTENTAMENTO, NÃO COMPREM NA DICICO !!! São Paulo, 20 de junho de 2012.
Resposta da Empresa:
21 de março de 2019, às 16h22min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!