Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
21 de julho de 2018, às 14h25min
Realizada
Rio de Janeiro - RJ

FALTA DE PEÇA DE REPOSIÇÃO

No dia 17/5/2018, às vésperas de uma viagem de férias pelo Sudeste do Brasil, tivemos a infelicidade de ter nosso carro envolvido em uma colisão em que o culpado se evadiu. Tudo aconteceu na porta da minha casa por volta das 20h. No mesmo momento em que nos demos conta do que tinha acontecido, contatamos o seguro relando o ocorrido e agendamos o reboque para o dia seguinte, 18/5/2018, na parte da manhã.
Nosso carro foi levado para a Squadra Rio, concessionária da Fiat que nos vendeu o Argo 2017/18. Ao chegarmos lá, fomos recebidos de forma acolhedora por um consultor técnico que deu entrada em nossa demanda (formulário de entrada/saída de veículos/pré-ordem serviços nº 5593). Saímos de lá com a informação de que o serviço demoraria pelo menos 1 mês para ser finalizado dada a necessidade de peças novas fornecidas exclusivamente pela fábrica da montadora, localizada em Betim ? MG. Nesse meio tempo, ainda tivemos a greve dos caminhoneiros, o que certamente, contribuiria para que esse prazo fosse sensivelmente estendido.
No dia 12 de junho, quase 1 mês após a entrada do carro na oficina, fiz o primeiro contato, via WhatsApp, a fim de saber se as peças tinham chegado, uma vez que tudo no país ficou parado por quase 2 semanas. Fui informada que o serviço já havia sido iniciado com a desmontagem e outras ações que não dependiam de material oriundo da fábrica, mas que as peças ainda não estavam disponíveis para o efetivo início do conserto.
Mais 15 dias se passaram e em 27/6, fizemos uma visita à Squadra e pudemos ver que o serviço já estava em fase final de execução da lanternagem, faltando a parte de pintura e montagem final do carro. Um outro integrante da equipe nos disse que entre 1 ou 2 semanas o carro seria entregue, provavelmente.
No dia 9/7, passados 52 dias, fiz novo contato e ainda não tínhamos previsão de entrega. Quatro dias depois, 13/7, mais um contato de nossa parte e, apenas nesse dia, fomos informados de que ainda faltavam 2 peças que não sabíamos até então: o forro de teto e uma pestana. Segundo o consultor, as peças foram pedidas ainda em maio e até agora não haviam chegado. Segundo ele, até seu gerente estava empenhado em agilizar a chegada das peças a fim de que pudessem, enfim, liberar o carro. Mais uma vez, agi com complacência e disse que aguardava ansiosamente.
Às 8h 11min do dia 17/7, meu marido fez contato com atendimento ao cliente Fiat (0800 700 1000), protocolo nº 1-3697993480, e nos foi dito que não havia nenhum pedido de forro de teto nem tampouco pestana realizado em maio, mas que tinha uma solicitação feita no dia anterior (16/7) de apenas 1 forro de teto.
Em 18/7, ao fazermos novo contato com a Squadra, além do pedido de 16/7 constava novo pedido do mesmo forro de teto e que a tal pestana já se encontrava instalada, mas que, por um erro interno, ainda não haviam dado baixa da ordem de serviço. Ao indagar sobre prazo de entrega, ainda não possuíam nenhuma previsão que, para nossa surpresa, parece inadmissível, uma vez que nosso carro além de estar em plena linha de produção e ser um dos mais vendidos do país, não possui peças de reposição imediata.
Resposta da Empresa:
21 de agosto de 2018, às 14h14min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!