Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
05 de agosto de 2017, às 02h39min
Respondida
Araguaína - TO

fui enganado e induzido ao erro

no domingo dia 30 /07/2017 , fui abordado com minha família pelo pessoal do marketing na porta do clube di roma, e convidado a assistir uma palestra de uns 50 minutos para conhecer o empreendimento e com isso ganhar descontos na entrada do clube. pois foi ai que me ferrei. foram umas 2 horas de conversa e muita lábia. e meus filhos lá fora esperando; com essa pressa de acaba logo com aquilo acabamos assinando um contrato de plano de férias. mas depois que fui ler o contrato que me danei logo, na conversa com a mulhe lá , ficou bem claro que somos 4 pessoas na família e que nossas férias é só em julho e janeiro. pois ela tinha dito que sobre os pontos seria 19000 para a semana em qualquer hotel deles, pois agora olhando na tabela deles eu vi que esses 19000 pontos não serve para julho e nem janeiro. e muito menos para 4 pessoas. se eu quiser julho e janeiro pras 4 pessoas são em média de 23 mil à 33 mil pontos e se for no thermas di roma , aí que [Editado por reclamao.com] mesmo são 50 mil pontos. olha fiquei muito decepionado com isso , em saber que uma potencia dessas ainda usa meios gigantescos de persuazão com as pessoas; e levam, induzem as pessoas ao erro. é tanta conversa e um bom tratamento que voçê se sente até amigo das pessoas lá. mas é tudo uma estratégia para que voçê caia na deles. enviei à eles um email na terça feira 2 dias após o contrato pedindo o cancelamento do mesmo. pois me sinto [alterado automaticamente pelo denuncio]. não me importo de perder a entrada que dei de 405 reais, mas não a mais que isso pois se o quiserem ai será na justiça. pois só entrei no plano e 2 dias após desisti, sem usar ou causar algum prejuizo à eles. meu contrato :15463483 fui realmente induzido ao erro , por confiar demais.
Ainda, que de acordo com os termos do artigo 49 do código de defesa do consumidor, o qual nos garante direito de arrependimento no prazo de 07 dias

Sendo assim, viemos por meio deste, solicitar o direito de arrependimento previsto no CDC, no que tange a aquisição do Programa de Férias intitulado Di Roma Vacation Club, comercializado por esta instituição nos termos do Contrato nº 15463483 intitulado de Contrato de Cessão de Direito de Uso de Imóvel em Sistema de Tempo Compartilhado mediante utilização de pontos, e do Contrato de Inscrição e Associação ao Programa RCI WEEKS, bem como o estorno da parcela debitada no cartão de crédito mastercard de numero:5448280002219001 no valor de R$ 405,00 (Quatrocentos e cinco reais) e cancelamento das demais 47 (quarenta e sete) parcelas em autorizações de cartão de crédito, com o mesmo valor.

Assim:

a) Considerando que o cancelamento do contrato, conforme o DIREITO de desistência encontra-se
3 / 4
GARANTIDO no artigo 6º, inciso III e IV, do Código de Defesa do Consumidor;

b) Considerando que a Deliberação Normativa EMBRATUR n.º 378 de 12 de agosto de 1997, art. 12, parágrafo 1º, afirma que Os Contratos de
Cessão de Direito de Uso de Imóvel em Sistema de Tempo Compartilhado, mediante utilização de pontos, deverão conter de forma expressa a possibilidade de os cessionários exercerem o direito de arrependimento previsto no art. 49 da Lei n° 8078/90, com devolução integral dos valores pagos ou entregues. Dado que não está expresso no contrato assinado entre as partes;

c) Considerando também o Código de Defesa do Consumidor (Lei nº.
8.078/1990) e jurisprudência vigente, que nos asseguram o direito de
desistência SEM ÔNUS, no prazo de 07 (sete) dias a contar da
assinatura do contrato ou DO ATO DE RECEBIMENTO do produto ou serviço, em virtude de direito de reflexão (arrependimento), fato também reforçado pelo Acórdão de nº. 128861 do TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios), no mesmo sentido do Acórdão de nº. 137729 do mesmo Tribunal;

d) Considerando a impossibilidade de consultar maiores informações
sobre o produto, em virtude da habilidade dos vendedores em manter
nossa atenção;

e) Considerando as várias denúncias contra este programa de férias,
especificamente envolvendo as empresas Di Roma e RCI, denúncias estas envolvendo excesso de burocracia, não cumprimento do contrato, impossibilidade de reservas nos hotéis solicitados, valor final das viagens por meio do programa maior que o valor no mercado
convencional, entre outras situações expostas acima;

f) Considerando que ainda não recebemos o Produto/Serviço ou Senha de Acesso ao Programa / Sistema RCI.

g)Considerando o Termo de Ajuste de Conduta firmado pelo Ministério público de Caldas Novas com Rio Quente Resort Vacation Clube, semelhante ao presente caso;

h) Considerando que o Código de Defesa do Consumidor torna ilegal a atitude dos vendedores em omitir informações importantes do programa durante a publicação do mesmo, induzindo-nos a erro, podendo ambos e todos aqueles que para isso concorreram, incorrerem nas penas previstas no art. 66 do CDC.
I) Considerando ainda que foram efetuadas várias tentativas, sem sucesso, de contactar os responsáveis e resolver o conflito através do sac

Solicitamos de FORMA IMEDIATA e IRREVOGÁVEL e IRRETRATÁVEL:

a) CANCELAMENTO SEM ÔNUS DO CONTRATO DE NÚMERO 15463483 firmado em 30/07/2017, em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor e jurisprudência vigente;
4 / 4

b) CANCELAMENTO DA INSCRIÇÃO E ASSOCIAÇÃO junto ao Programa RCI WEEKS, caso esta já tenha sido efetivada;

c) CANCELAMENTO DAS AUTORIZAÇÕES EMITIDAS E DEVOLUÇÃO DO VALOR DE ENTRADA R$ 405,00 (QUatrocentos e cinco REAIS), cujos vencimentos estão programados para todo dia 20 de cada
mês, com Início em 30/08/2017 (Parcela 001) e Término em 02/07/2021 (Parcela 47);

d) DEVOLUÇÃO DO PAGAMENTO realizado no dia 30/07/2017, por meio de Cartão de crédito, no valor de R$ 405,00 (QUatrocentos e cinco REAIS), cartão do titular do contrato, Titular: marcus v t cardoso.

e) Requer-se ainda a essa instituição, que se manifeste sobre o teor desse documento no prazo máximo de 72 (setenta e duas) horas.

Tal pedido tem por objetivo evitar uma possível demanda judicial, bem com denúncia ao PROCON, Ministério Público (MP), EMBRATUR, MINISTÉRIO DOS TURISMO, e pedido de indenização por danos morais e materiais, que será iniciada caso as solicitações acima não sejam atendidas, servindo este como Notificação Extrajudicial.

Declaro ainda que enviamos esta solicitação por e-mail para cac@drvc.com.br, para formalizar o cancelamento do contrato com a RCI e a Roma Empreendimentos e Turismo Ltda e, também, registro de solicitações em outros sites.

Resposta da Empresa:
07 de agosto de 2017, às 18h54min
Prezado Sr. Marcus Vinicius Tolentino Cardoso,

Sua manifestação foi encaminhada aos canais oficiais de atendimento ao cliente diRoma Vacation Club, entraremos em contato através do e-mail e/ou telefone cadastrado para maiores esclarecimentos.


Atenciosamente,
Departamento de Qualidade
diRoma Vacation Club
(64) 3455-9911
cac@drvc.com.br

Você está encerrando esta denúncia.

Qual nota de satisfação você daria para esta empresa? Você foi bem atendido?

Dê a sua nota:

Você voltaria a contratar esta empresa?

  • Não
  • Sim
Encerrar esta denúncia

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!