Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
05 de novembro de 2015, às 05h31min
Realizada
Uberaba - MG

Irregularidades

No dia 28 de julho de 2015, fui com minha família no voo São Paulo - Londres com passagens de volta já comprada e pagas.
Chegando lá, tivemos nossa viagem frustrada pois a imigração não permitiu nossa entrada no Reino Unido, até aqui tudo bem isso acontece.
No entanto, quando isso acontece, o governo nos obriga voltar ao primeiro ponto de origem utilizando a mesma empresa em que viemos, ou seja, existe um acordo internacional que obriga a empresa aérea a levar de volta quem não é aceito em determinado país, desta forma, nem que eu quisesse ir para algum outro destino por minha conta, eu poderia.
Pois bem, o oficial da imigração britânica me deixou claro que o retorno seria às custas da empresa TAM, no entanto, ao chegar no Brasil e pedir reembolso das passagens de volta, que seriam em uma data posterior e eu não havia feito pedido algum de remarcação, fui informado pela TAM que elas constavam como UTILIZADAS, ou seja, a TAM usou minhas passagens indevidamente, fato esse reafirmado para mim pela ANAC.
Como se não bastasse, enquanto em Londres, fui "liberado" pela imigração para ir a cidade (meus passaportes ficaram aprendidos) mas deveria estar de volta para um voo reservado e informado por eles, onde, após o check-in, receberia meus documentos de volta. Desta forma, lá estava eu de volta ao aeroporto com toda minha família na data e horário marcados. Ao tentar fazer o check-in, a TAM disse que não me embarcaria, procurei a imigração, que ficaram muito irritados com a TAM afirmando, inclusive, que tomariam atitude contra a TAM, mas o fato foi que eu tinha um voo marcado (toda documentação fornecida pela imigração) e não fui embarcado. Até esse momento, a TAM não sabia de que passageiros se tratavam e, desta forma, não sabiam que tínhamos passagens de volta.
Tarde da noite, sem ter onde guardar bagagens, sem ter como sair do aeroporto, já que minha documentação vencia exatamente no horário daquele voo, pedi no bacão da TAM que providenciassem acomodação para mim, minha esposa, minha filha de 15 anos e meu filho de 1 ano, sendo que me foi negado qualquer suporte por parte da TAM, nem hospedagem, nem alimentação, sem higiene, NADA.
Tive que passar a noite toda e o dia seguinte todo no saguão internacional do terminal 3 do aeroporto de heathrow sem ter a certeza de que embarcaria no próximo voo (a confirmação veio por volta das 16:00). Pedi algumas vezes à TAM que nos levasse à um hotel ao menos para tomar banho, dar banho no bebê e descansar um pouco, um quarto apenas, qualquer que fosse, mas isso me foi negado.
Resumindo, na mesma viagem, a TAM utilizou irregularmente bilhetes meus e ainda me negou qualquer assistência devido ao adiamento em 24 horas de meu voo.
Fiz uma apelação no próprio SAC da TAM que me foi negada duas vezes, fui mal tratado pela atendente e me sinto totalmente impotente em relação à isso.
Ainda, fiz uma reclamação na ANAC.
Resposta da Empresa:
18 de outubro de 2018, às 11h43min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!