Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
02 de novembro de 2016, às 18h28min
Realizada
Curitiba - PR

Necissidade de troca do Câmbio CVT Sentra 2012/2013, pela 2ª Vez!

Prezados Senhores Nissan!
Ref.: Reclamação do Barulho excessivo tipo assovio no Câmbio CVT, em ritmo normal de utilização do SENTRA 2012/2013;

Precisamente em 15 de janeiro de 2013, através da NF (danfe) nº45029, nossa empresa comprou um NISSAN-SENTRA, na A.R. MOTORS (A R Sudoeste Com de Veículos Ltda) recebido em 23 de janeiro de 2013, identificado com a placa Curitiba, Estado do Paraná, Chassi 3N1AB6AD2DL606916 LST S20 ATH2012 2013P, ano de fabricação 2012, ano modelo 2013, Flex., para o uso exclusivo meu, onde sou o diretor comercial, inclusive pelo fato do carro estar muito aparente e nos pareceu estar em bom estado de conservação, além de estar na garantia de fábrica, coisa que em muito nos tranquilizou.
Na época, nossa opção pela compra do sedan seminovo, para meu uso exclusivo, foi, naquele momento, em função do custo x benefício e evidentemente a origem do veículo, bem como a Marca respeitável, NISSAN.
Como é minha praxe, o carro saiu da concessionária A.R. MOTORS, com seus 12.000km e estando na garantia, as revisões foram todas executadas, sempre com minhas observações a respeito do veículo de forma geral, afinal o sexagenário que sou já não me permite abusos ou descuidos e gosto e prezo sempre por tudo que esta em minhas mãos.

Do meu NISSAN - SENTRA, eu gosto muito, e cuido bem, fazendo todas as suas revisões, que assim foram;
- Em 24/07/2014; feita Revisão 20.000km, conforme NF65489 e RPS 16810F, ambas de 25/07/2016, então a meu pedido, constou se na Ordem de Serviço O.S. 78969 de 23/07/2016. Nesta data sai sem solução.

- Em 18/08/2016; foi finalmente aberta a O.S. 79710, datada de 18/08/2014, na qual, um dos problemas do carro era o Cambio CVT que continuava assoviando desde o dia 24/07/2014 e então quando o carro definitivamente parou, tive que deixar meus clientes de lado, e me dirigir a concessionária NISSAN, ?A.R. Sudeste Comercio de Veículos Ltda?, já com o veículo operando em módulo de segurança. Finalmente ouvem a voz do proprietário e vem a aparecer a solução, que eu não sabia que seria a última vez!!!

E, assim acontecem as demais revisões, dos 30.000km, 40.000km, 50.000km como manda o figurino do fabricante. Eu sempre deixei para os consultores técnicos e testadores de carros que toda empresa deve ter um, para alertar o proprietário quanto a alguma anomalia que possa eventualmente estar ocorrendo com o veículo, inclusive esta é uma obrigação, se não a mais importante deste tipo de prestador de serviços, ou, não é? E, eu sempre achando que estava tudo bem, pois afinal meu carro (SENTRA) estava nas mãos de uma Concessionária NISSAN e não em uma oficina ?qualquer?, estou certo?

Sou franco a declarar, pois, ?como um mecânico, sou um excelente advogado?! E, assim, mediante ao fato de uma ?reincidência de falha técnica de fabricação?, já exposta pela Revista Quatro Rodas, além de outros sites que falam pelos cotovelos e da forma que querem sobre a questão, sem o menor zelo e etc... Desculpem, mas a gente não tem sangue de ?barata? é preciso ter mais que paciência. E, de certa forma já enfurecido com o problema, e a letárgica forma das Concessionaria ver os problemas do Cliente, com cautela e mui educadamente, fui até a concessionária disposto a dar um final ao fatídico silêncio, e agora já tendo que fazer mais a revisão dos 60.000km rodados. E para minha surpresa ao pedir a avaliação no ?Câmbio CVT? do meu SENTRA, pimba! Eis que vem o consultor e todo mundo me dizer que não era caso de ?Garantia?, acabou! Tipo, ?o Senhor tem que me pagar para resolver isto?, e olha, já falei com a fábrica e ela diz que está fora da ?Garantia?... Então percebi a razão do silêncio e/ou fuga de falarem a respeito do problema de câmbio do NISSAN-SENTRA. Para soltar a língua e a consciência suas era necessário esperar chegar o término da garantia, pois como sabiam que o problema e remitente, e eles que já haviam me prestado o favor de trocar 01 (um) o câmbio, a responsabilidade terminaria nisso. Este, era o que queriam que fosse o direito do comprador e proprietário de um NISSAN-SENTRA?

Olhem, já que esta é uma formal reclamação, tem mais uma pequena que sempre faço e até hoje nem ao menos tiveram a capacidade de me dizer:
?Senhor, para isto o tens que trocar a porta?. Quem sabe não teriam me convencido, afinal, gosto muito do meu NISSAN-SENTRA e, inclusive do meu rico dinheiro! Pois bem, nas épocas das revisões fiz o pedido de uma peça simples, que é um acabamento do fundo puxador interno da porta traseira do NISSAN-SENTRA e nunca, ao menos, me falaram a respeito, sem um pedido de desculpa por serem incapazes de localizarem no Brasil e no México a referida peça.

Preciso desta solução, ao menos para vender o veículo para uma outra pessoa, pois eu não seria capaz de enganar o próximo. Isto vai contra os meus princípios éticos como ser humano! Meu desejo é ter meu SENTRA consertado, vou vendê-lo e, se houver convencimento permanecer na Marca, agora não é do meu feitio ficar colocando defeitos negativos em ?Marcas? que não são minhas, e até entendo que carros recebem uma boa parte de serviços provenientes de pessoas, e onde há pessoas há erros.

Senhores, existe um grave erro no procedimento de qualidade do produto NISSAN-SENTRA e requer uma pronta ação da respeitabilíssima NISSAN MOTORS, com a Palavra!

Assim, aqui dou como verdadeiro, tendo posse de todos os documentos citados e responderei perante a Lei, e pelo neste exposto.

Respeitosamente,

Josué

- Eu autorizo que compartilhem essa reclamação!
Resposta da Empresa:
23 de abril de 2019, às 11h58min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!