Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
27 de dezembro de 2012, às 20h03min
Realizada
Curitiba - PR

Seguro Residencial - não pago

Fiz um seguro residencial, diretamente na agência 1458-3 e desde então percebi a [editado pelo Reclame Aqui] da empresa, no endereço do local de risco, logo após o nome da minha rua e o número foi colocado a palavra CASA, contudo, no tipo de residência aparecia apartamento acima do térreo, o que já caracteriza a [editado pelo Reclame Aqui] de quem vendeu o seguro para que ficasse mais barato. Em 22/02/2012, consultei a proposta supramencionada e verifiquei que além de não constar o tipo de residência, ora local de risco, correto como casa térrea, também não constava a inclusão da cobertura VENDAVAL ATÉ FUMAÇA. Pois em 22/02/2012 eu entrei em contato com com a seguradora informando o erro e solicitei que fosse feita as alterações, o atendente chamado Artur (protocolo 11215746), disse que só poderia ser possível fazer as duas alterações (tipo de residência de risco e inclusão de vendaval até fumaça) através de ENDOSSO, não achei justo, mas como não queria deixar minha residência sem as devidas coberturas aceitei o ENDOSSO, cujo nº é 641056 mediante o pagamento em débito em conta corrente de aproximadamente R$ 305,00, o que foi feito pelo banco de forma rápida e eficaz a cobrança! Dia 31/10/2012 houve uma tempestade muito forte em Curitiba, a qual eu posso provar mediante laudo do Instituto Simepar, cujo valor eu tive que desembolsar de R$ 100,00 para conseguir o laudo meteorológico. Quando cheguei em casa, após as 21 horas do mesmo dia 31/10/2012, não pude averiguar os estragos que o vendaval causou face a falta de luz em minha região o que também posso comprovar através de laudo da Copel e diversos informes idôneos de informações. Ao acordar dia 01/11/2012 pude perceber o estrago que causou os ventos de mais de 80km/h na minha região, quais sejam, um lado do meu telhado foi destelhado, a edícula inundou, bem como diversos outros problemas internos da residência decorrentes da entrada de água, face a ausência das telhas e calhas que foram literalmente arrancadas. Desde o dia 01/11/2012, tenho entrado em contato com o telefone 08007297000 para abrir o sinistro quanto à cobertura de vendaval e para a minha surpresa, não consta até a presente data a inclusão desta cobertura, mesmo tendo sido devidamente cobrado de minha conta corrente através de débito automático. A seguir vou mencionar todas as vezes que tentei solicitar a abertura do sinistro ou ao menos informações de quando o problema seria sanado, segue os números dos protocolos, nomes dos atendentes e o dia do atendimento: 12574077 - não anotei o nome - 01/11/12 12585652 - Wallace - 05/11 12605729 - Adelice - 07/11/12 20291538 e 20962910 - 08/11/12 - Thais (atendimento no 08007290722) sem protocolo - 08/11/12 - Franciele a ligação "caiu" antes de me darem o protocolo 12574077 - 08/11/12 - Graciele 12611134 - 08/11/12 - Jéssica e Tatiane 12615849 - 09/11/12 - Victor 12619662 e 12619769 - 09/11/12 - Rafael 12624395 - 12/11/12 - Cassia e Juliana, esta última do setor operacional 12626215 - 12/11/12 - Eliana 12704642 - 27/11/12 - Camila e Eliziane, esta última disse ser responsável pelo setor Ou seja, entrei em contato inúmeras vezes tentado resolver e até o presente momento ficaram de me retornar e absolutamente não recebi retorno nenhum!!!!!! NENHUM!!!!!! Gostaria de saber qual a posição que a ouvidoria vai me dar após todos os protocolos que acima mencionei, pois até o presente momento só o que obtive da empresa foi descaso, informações desencontradas e uma rapidez incrível em cobrar o endosso e não fazê-lo entrar em efetividade devido "problemas operacionais técnicos" friso que esta frase foi dita por vocês em uma das ligações supracitadas. Aguardo um retorno o mais breve possível. Atenciosamente Kelly Beatrice Bini Garcia Emails de contato: [email protected] e/ou [email protected] obs: por falta de opções de contato comigo imagino que não deve ser a resposta. obs2: tentei encaminhar esta manifestação à Ouvidoria do BBSeguros e o Sistema acusa erro ao enviar - dia 06/12/12. Hoje respondi a um email o qual me ofereci o valor de R$ 1000,00, segue email e minha resposta: Prezada Luciene Peixoto, Primeiramente gostaria de me desculpar pela demora em responder o email. Segundo, gostaria de demonstrar a minha indignação e o descaso que novamente a empresa do Grupo BB Mafre está tendo comigo. Pois, como é sabido devido a todos os protocolos que tenho e vocês devem ter acesso, pois eu tenho até mesmo a gravação de todas as ligações, fiz um seguro residencial e paguei um valor total de aproximadamente R$ 636,00, em dois momentos, quando contratei paguei a vista e a segunda vez quando tive que pagar o endosso o que também foi pago a vista, ambos com débito em conta corrente. Fiz diversas simulações, como se eu estivesse contratando o seguro no site do Banco do Brasil e para a minha surpresa, pelo valor que paguei, valor supracitado, eu teria direito a uma cobertura de vendaval de R$ 30.000,00 (trinta mil reais). E vocês me oferecem um valor ínfimo, o qual não paga, nem sequer uma mísera parte dos meus prejuízos. Para provar a simulação que fiz, segue anexo cópia da simulação feita em 14/12/2012, não mudei nada das coberturas que já tenho, apenas acrescentei a cobertura de VENDAVAL ATÉ FUMAÇA, e ficou o valor para pagamento a vista de R$ 638,71 (seiscentos e trinta e oito reais e setenta e um centavos). Realmente acho que a empresa está “debochando” da minha inteligência e de muitos consumidores os quais não possuem grau de instrução mínimo para perceber o verdadeiro “[alterado automaticamente pelo denuncio]” que o Grupo BB Mapfre está fazendo com seus clientes. A vossa empresa somente entrou em contato comigo após eu postar uma reclamação no site “RECLAME AQUI”, pois até então eu estava sendo tratada como se não tivesse o direito do pagamento do seguro. Pois bem, diante dos orçamentos que tenho para o conserto do telhado e subjacentes que estragaram devido a demora em abrir o pedido de sinistro, valores estes que já ultrapassam a faixa de R$ 8.000,00, os quais posso comprovar através dos orçamentos feitos com empresas idôneas e confiáveis; assim como também tenho o laudo da empresa SIMEPAR que comprova o vendaval que ocorreu no dia 31/10/2012; ainda todas as minhas tentativas de abrir e solicitar o sinistro de acordo com todos os protocolos que tenho e todas as gravações (as quais solicitei) para que comprovem o meu direito líquido e certo, inclusive direito este me comunicado por vossos atendentes, tais como a atendente Adelice, em uma das diversas tentativas infrutíferas de abrir o sinistro. E ademais, ao menos, para que não aumentassem os danos causados pelas chuvas que ocorressem a partir de 31/10/2012, solicitei a cobertura emergencial ao menos de lonas plásticas para que não piorasse a situação, contudo, serviço este que também me foi negado, conforme protocolo e gravação que tenho. Destarte e diante de todo o exposto acima, hei de solicitar ao menos os valores básicos para os consertos do telhado e do novo madeiramento do mesmo e todos os problemas causados pelas chuvas ocorridas após o dia 31/10/2012, valores estes que somam no mínimo R$ 8.000,00 (oito mil reais), não considero neste momento, os danos morais que tive, tão pouco o cancelamento de uma viagem que estava programada para as minhas férias, pois tive que ficar lidando com a vossa empresa e solicitando os orçamentos, laudos técnicos de meteorologistas, enfim.... Caso queiram, encerrar minha reclamação estou a disposição de aceitar o valor de R$ 8.000,00 (oito mil reais), caso contrário continuarei dando seguimento a reclamação tanto no site “RECLAME AQUI” e todos os meios de comunicação possíveis e legais, assim como seguimento com a Ação junto ao Juizado Especial Cível na Comarca de Curitiba, ação esta que requer tanto o valor dos danos materiais, como dos danos morais, os quais não foram poucos, haja vista a quantidade de ligações que fiz ao vosso setor de atendimento para a abertura de sinistro, o cancelamento da minha viagem de férias, e tudo baseado em provas fáticas e de fácil constatação. Aguardo um retorno. Att. Obs: segue anexo a simulação feita em 14/12/2012; laudo meteorológico, nota fiscal do respectivo laudo, bem como todos os números de protocolos, caso vocês ainda tenham alguma dúvida de tudo o que aqui foi exposto. A seguir vou mencionar todas as vezes que tentei solicitar a abertura do sinistro ou ao menos informações de quando o problema seria sanado, segue os números dos protocolos, nomes dos atendentes e o dia do atendimento: 12574077 - não anotei o nome - 01/11/12 12585652 - Wallace - 05/11 12605729 - Adelice - 07/11/12 20291538 e 20962910 - 08/11/12 - Thais (atendimento no 08007290722) sem protocolo - 08/11/12 - Franciele a ligação "caiu" antes de me darem o protocolo 12574077 - 08/11/12 - Graciele 12611134 - 08/11/12 - Jéssica e Tatiane 12615849 - 09/11/12 - Victor 12619662 e 12619769 - 09/11/12 - Rafael 12624395 - 12/11/12 - Cassia e Juliana, esta última do setor operacional 12626215 - 12/11/12 - Eliana 12704642 - 27/11/12 - Camila e Eliziane, esta última disse ser responsável pelo setor De: Luciene Peixoto [mailto:[email protected]] Enviada em: quarta-feira, 19 de dezembro de 2012 18:54 Para: Kelly Beatrice Bini Garcia Assunto: ENC: Sinistro nº 14201211349 - Vendaval em 31/10/12 Prezada sra. Kelly, boa noite. Permanecemos aguardando que os anexos sejam preenchidos, assinados e devolvidos via e-mail, juntamente com cópia de seu CPF, RG e comprovante de residência. Colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente, Luciene Peixoto Coordenadora de Sinistros Gerência de Sinistros Massificados - RE Com.: (11) 2122-8318 www.bbmapfre.com.br De: Luciene Peixoto Enviada em: quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 17:11 Para: '[email protected]' Assunto: Sinistro nº 14201211349 - Vendaval em 31/10/12 Prezada sra. Kelly, boa tarde. Conforme falamos, a fim de que possamos liquidar o processo de sinistro em assunto necessitamos que os documentos anexos sejam preenchidos, assinados e devolvidos via e-mail, juntamente com cópia de seu CPF, RG e comprovante de residência. Após o devolução desses documentos, o valor da indenização será creditado em sua conta corrente informada no formulário Autorização de Crédito m Conta no prazo de três dias úteis. Colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente, Luciene Peixoto Coordenadora de Sinistros Gerência de Sinistros Massificados - RE Com.: (11) 2122-8318 www.bbmapfre.com.br
Resposta da Empresa:
22 de maio de 2019, às 15h03min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!