Categorias de empresas:
Pesquisar empresas:
Pesquise acima por categoria ou empresa e faça sua denúncia.
22 de dezembro de 2017, às 15h10min
Realizada
Arujá - SP

TOTAL DESCASO COM O CLIENTE

Há um tempo, conversei com a gerente do banco Bradesco, com o nome Cleide, a respeito de um empréstimo pré-aprovado q apareceu em minha conta no Bradesco, de R$ 25.000,00. Ela me disse que eu tinha que refazer meu cadastro, tinha alguns protestos e mais algumas coisas no meu nome e que, se eu resolvesse isso, o empréstimo sairia. Eu pedi detalhadamente o que estava travando para que eu pudesse acertar tudo, pois estava impossibilitada de ir até a agência... E ela me passou... Meu marido e eu juntamos um dinheiro e pagamos tudo... ficamos sem nada, mas fizemos exatamente o que a gerente tinha falado... Meu marido, Rogério, saiu daqui de Bertioga e foi até Suzano, na agência, pra falar com ela, apresentar-se e tudo mais... Fizemos uma procuração pública para ele no cartório, pois estou sem condições de ir até o banco pessoalmente... Ele levou as fotos do novo local da lanchonete, conversou muito com ela... Pois bem, na semana retrasada, quando era pra sair o empréstimo, a gerente falou que estava aparecendo uma restrição interna do Bradesco se referindo a um cartão de crédito da minha conta física (?), que havia sido parcelado... algo q ela poderia ter visto antes, quando pedi pra o detalhamento da minha dívida, mas não viu... Fiz um trabalho de revisão de textos no valor de R$ 800,00 e dei todo o valor novamente pro banco, pagando esse cartão... Depois, mandei um e-mail com essa quitação pra Cleide e ela falou que ia entrar com a solicitação do crédito e em dois dias sairia o resultado... Hoje, a gerente vira e fala que não aprovaram porque era da política da empresa... comecei a chorar no telefone, dizendo que nem Natal eu vou ter pq dei todo meu dinheiro pra resolver isso, meu marido não tava trabalhando, a gerente fala q ia tentar liberar pelo menos R$ 5.000,00 e me pede pra ligar daqui a 30 minutos... Eu comecei a passar mal e o Rogério ligou... e a gerente vira e fala pra ele que apareceu um protesto de R$ 1.100,00 na conta no nome da empresa... e que não dava pra liberar nada...
MEU MUNDO REALMENTE CAIU... porque agora estamos com R$ 24,00 na conta e mais um protesto... fizemos TUDO o que a gerente mandou... mas como arrumar esse dinheiro agora???? Em razão da demora da gerente e pelo fato de meu esposo estar com o estabelecimento fechado acabou surgindo essa pendência... Abri um processo na ouvidoria, de número, 290698000 - fui verificá-lo hoje e tomei um susto quando vi que ele estava FINALIZADO... ninguém me deu qualquer explicação!!! Hoje novamente liguei para a Ouvidoria, protocolo 290940923, atendente Juliana... Passei muito mal no telefone e resolvi passar para meu marido falar com ela... Diante de toda a indignação que estou sentindo, resolvi expor minha situação diante de todos... Resumindo: hoje estou com a lanchonete fechada, em um ponto alugado com o aval da gerente, com uma reforma pra fazer e com o crédito negado pelo banco... após quase dois meses de negociação, entre idas e vindas à cidade de Suzano e inúmeras ligações (com grande dificuldade, porque raras eram atendidas...) e emails, HOJE, antevéspera de Natal, Cleide simplesmente diz que não poderá fazer mais nada - a culpa é dos analistas de crédito do banco... Nossa conta tem mais de 8 anos no mesmo banco, na mesma agência, e nós NUNCA solicitamos crédito algum - foi a primeira vez. Tanto [editado pelo Reclame Aqui] consegue coisas nesse banco, E EU SÓ QUERO TRABALHAR DIGNAMENTE PRA DAR UMA VIDA DIGNA AO MEU FILHO!!! Por que brincar assim com a vida dos outros??? O que eu faço agora???? Tentem colocar-se por um momento em meu lugar e respondam-me...
Resposta da Empresa:
24 de maio de 2018, às 07h46min
A empresa em questão ainda não se pronunciou sobre esta denúncia.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!