últimas notícias
  • Indenizações - 03 de fevereiro de 2011, às 23h32min
    Os integrantes da 6ª Câmara Cível do TJRS condenaram, de forma solidária, o Hospital Vila Nova e a Fundação Universitária de Cardiologia – Hospital de Alvorada e pagar indenização por danos morais no valor de R$ 12 mil, corrigidos monetariamente, por conta da má prestação de serviço, que resultou em erro de diagnóstico. O autor foi diagnosticado – e tratado – erroneamente como se fosse portador de HIV, o vírus da AIDS. A decisão unânime da Câmara reformou a sentença proferida em 1ª instância na Comarca de Alvorada.
  • Laboratórios - 11 de junho de 2010, às 06h11min
    O Branne Laboratório de Patologia foi condenado a pagar R$ 10 mil de indenização, a título de danos morais, por erro em diagnóstico. A decisão é dos desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, que mantiveram a sentença de primeiro grau.
  • Planos de Saúde - 19 de abril de 2010, às 18h10min
    Os desembargadores da 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenaram a Semeg Saúde e o médico Carlson Bastos Binato a pagarem, solidariamente, o valor de R$ 5 mil, a título de danos morais, por erro de diagnóstico. O relator do recurso foi o desembargador José Carlos Paes.
  • Hospitais - 19 de dezembro de 2009, às 11h59min
    A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que um hospital do Rio de Janeiro tem responsabilidade objetiva pelo resultado lesivo provocado por uma médica integrante de seus quadros que agiu com culpa. Por isso, terá de indenizar por danos materiais e morais uma paciente cujo diagnóstico foi errado. O relator foi o ministro Sidnei Beneti.
  • Procedimentos Médicos - 21 de agosto de 2009, às 20h03min
    A 10ª Câmara Cível do TJRS majorou de R$ 30 mil para R$ 60 mil a indenização por danos morais que o Instituto de Patologias Ltda. deve pagar a consumidor de Porto Alegre. O laboratório foi condenado por culpa exclusiva no diagnóstico errado de doença grave e rara no autor ação. Por consequência do equívoco laboratorial, o homem foi submetido à cirurgia desnecessária para retirada da mandíbula e colocação de próteses substitutas.
  • Procedimentos Médicos - 18 de agosto de 2009, às 15h42min
    O Estado terá que pagar indenização por causa de um erro no diagnóstico. Um doador de sangue recebeu a informação no Hemocentro de Mossoró que estaria com Hepatite “C”, fato que o deixou desnorteado, provocando seu afastamento do trabalho e do convívio social. Repetindo o exame dois meses depois em uma clínica particular, constatou que não estava com a doença.
  • 02 de agosto de 2009, às 16h47min
    O Laboratório de Análises Clínicas Lipase foi condenado pela 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio a desembolsar R$ 10 mil de indenização por danos morais depois de cometer um erro de diagnóstico no exame ginecológico de uma menor. Os desembargadores mantiveram a sentença proferida, em 1ª instância, pela 5ª Vara Cível do Méier.
  • 30 de julho de 2009, às 08h02min
    A juíza da 17ª Vara Cível de Brasília condenou uma clínica médica de ecografia e o médico que realizou o exame ecográfico a indenizarem por danos morais uma paciente diagnosticada com mioma uterino quando na verdade encontrava-se no sétimo mês de gravidez. A condenação foi confirmada em grau de recurso pela 2ª Turma Cível do TJDFT. O valor da indenização inicialmente arbitrado pela magistrada em 25 mil reais foi reduzido pelo colegiado para 10 mil reais e deverá ser rateado entre os réus

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!