últimas notícias
  • Indenizações - 08 de setembro de 2012, às 07h51min
    A juíza Eliete de Fátima Guarnieri, da 3ª Vara Cível de Santa Barbara D`Oeste, julgou parcialmente procedente ação em que os pais de uma menina morta por picada de escorpião preiteavam indenização por danos morais e matérias contra a Prefeitura Municipal.
  • Indenizações - 05 de outubro de 2011, às 08h39min
    O Estado do Ceará deve pagar indenização no valor de R$ 30.202,09 para L.D.C.V., vítima de erro cometido por agente de saúde. A decisão, da 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), foi proferida nesta terça-feira (04/10).
  • 25 de junho de 2011, às 08h11min
    O estudante de direito Lucas Bomtempo Correa Leite, 19, --preso na quinta-feira (23) sob a suspeita de disparar com uma espingarda de chumbinho contra três meninas que brincavam em um dos parques mais movimentados de Santo André, ABC paulista,-- disse que apenas "testava" a arma e que "estava atirando contra uma construção".
  • Indenizações - 03 de maio de 2011, às 07h44min
    A 2ª Vara do Trabalho de João Monlevade recebeu a ação trabalhista ajuizada por um vigia, que alegou ter trabalhado em situação degradante, sem condições mínimas de higiene e conforto, quando prestou serviços numa torre de transmissão na cidade de Bela Vista de Minas - MG. Em sua análise, o juiz substituto Fernando Rotondo Rocha constatou que o Município reclamado desrespeitou direitos básicos do empregado ao submetê-lo a condições de trabalho indignas e vexatórias, descumprindo a obrigação patronal de proporcionar-lhe um ambiente de trabalho saudável e equilibrado.
  • 13 de julho de 2010, às 19h01min
    Consórcio Univias/Sulvias deve indenizar caminhoneiro que teve o chassi do seu veículo rompido por guinchamento inadequado. Foi determinada ainda a reparação por danos morais sofridos pelo abandono do autor e de seu filho na BR 386, em Linha Perau, no município gaúcho de Marques de Souza, após o caminhão baú ter rompido ao meio, bem como o pagamento de valores que o caminhoneiro deixou de perceber em razão do dano. A decisão é da 5ª Câmara Cível do TJRS.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!