últimas notícias
  • Internet - 31 de julho de 2010, às 15h25min
    Uma corte em Komsomolsk-on-Amur, na Rússia, exigiu que o provedor Rosnet, um dos maiores do país, bloqueie o acesso ao YouTube, acusando o site de vídeos de oferecer conteúdo com ideologia extremista, com base no vídeo intitulado "Rússia para os russos".

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!