últimas notícias
  • Indenizações - 02 de fevereiro de 2012, às 12h05min
    O juiz da 14ª Vara Cível de Belo Horizonte, Marco Aurélio Ferrara Marcolino, condenou uma empresa de produtos esportivos a restituir em dobro o valor pago por dois consumidores, que compraram um par de tênis pela internet e não receberam o produto. Determinou, ainda, o pagamento de uma indenização por danos morais no valor de R$ 3 mil.
  • Indenizações - 17 de dezembro de 2011, às 10h19min
    A Quarta Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Rio condenou a loja de calçados Di Santini a indenizar um cliente em R$ 3 mil. Marcos da Silva comprou um par de tênis da marca Olimpikus que descolou a sola com apenas vinte dias de utilização. A loja se recusou a trocá-los sob o argumento de que não estava obrigada a promover a troca "diante do mau uso do produto". Os juízes, porém, consideraram abusiva a atitude da empresa.
  • 26 de julho de 2010, às 17h33min
    A Passos Calçados Ltda foi condenada pela 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) a indenizar R.R.L.M., à época com 15 anos, que foi acusada injustamente de furtar um par de tênis. A consumidora foi representada, na ação, por sua mãe, E.L.G., e receberá, pelos danos morais, R$5.100.
  • 14 de julho de 2010, às 18h04min
    A 4ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça reformou sentença da Comarca de Canoinhas, e condenou Canoinhas Tênis Clube ao pagamento de indenização por danos morais, no valor de R$ 25 mil, a Guido e Simone Gonchoroski, pais de uma menina de quatro anos que morreu na piscina do clube. O casal receberá, ainda, pensão mensal no valor de meio salário-mínimo. Em 1º Grau, o pleito indenizatório dos pais da menina fora negado.
  • 12 de março de 2010, às 19h22min
    A 3ª Turma Recursal Cível do TJRS confirmou a condenação de Cadile’s Calçados e Artigos Esportivos, a indenizar consumidora que adquiriu um par de tênis com defeito de fabricação e foi humilhada ao se dirigir à loja para a troca do produto. O valor da indenização é de R$ 6 mil reais, por danos morais, além da devolução dos R$ 240,00 pagos pelo calçado, ou a troca por um par novo.
  • Economia - 11 de setembro de 2009, às 20h28min
    Os calçados importados da China ficarão mais caros nas prateleiras das lojas brasileiras. Decisão da Camex (Câmara de Comércio Exterior) determinou a sobretaxação provisória de US$ 12,47 para cada par fabricado no país asiático, após investigações apontarem que os chineses exportam esses produtos a preços inferiores ao praticados internamente, prejudicando a indústria nacional.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!