Call center: 24% dos que bloquearam ligações recebem mais de R$ 3 mil

SÃO PAULO - Após um ano do início da Lei 13.226/08, que permite o cadastro de telefones fixos e móveis para bloquear ligações de empresas de call center, mais de 428 mil números já foram cadastrados no site da Fundação Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor).
SÃO PAULO - Após um ano do início da Lei 13.226/08, que permite o cadastro de telefones fixos e móveis para bloquear ligações de empresas de call center, mais de 428 mil números já foram cadastrados no site da Fundação Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor).

Dos 24% dos cadastrados, 43 mil tem renda salarial de até R$ 3 mil. Já 32,9 mil recebem entre R$ 3,1 mil e 14,9 mil recebem mais de R$ 7 mil, segundo dados da ZipCode.

Dentre os 428 mil telefones cadastrados, 361 mil são fixos e 107 mil, móveis, sendo que 69% são de pessoas físicas, 8% de pessoas jurídicas e 23%, celulares registrados tanto em pessoa física quanto jurídica.

Idade
Das pessoas que se cadastraram para não receber ligações de empresas de call center, 28% têm idade acima de 56 anos. Os consumidores entre 46 e 55 anos somaram 25%.

Aqueles com idade de 36 a 45 anos correspondem a 18% do total de pesquisados. Os jovens com idade entre 18 e 25 anos representam a minoria, com 11% das pessoas cadastradas.

Cadastros
O CEO da ZipCode, Ricardo Sleiman, analisou a queda acentuada dos números registrados desde o início da lei em vigor até o momento. De acordo com ele, o bloqueio do call center é um serviço à sociedade que beneficia o cidadão que não quer ser incomodado.

"Mas não são todas as pessoas que desejam parar de receber ligações telefônicas. O que precisa ser mudado no contato com o usuário, é a forma de abordar o cliente", afirmou Sleiman.

Multa
A lei de bloqueio de telemarketing prevê multas às empresas que desrespeitarem a lista dos consumidores cadastrados no site do Procon e, mesmo assim, insistirem em realizar vendas pelo telefone.

Os valores das multas variam de R$ 212,83 a R$ 3.192.300, conforme a infração cometida pelo call center.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!