Cervejaria 'dedura' no Facebook cliente que não pagou a conta, e homem é detido nos EUA

A polícia de Reno (Nevada, EUA) prendeu um homem suspeito de dar golpes em diversos bares e restaurantes da região. A história ganhou repercussão depois que a cervejaria Brewers Cabinet publicou no Facebook uma foto de Saul Zelaznog, com o relato de que ele havia fugido do local sem pagar a conta.
A polícia de Reno (Nevada, EUA) prendeu um homem suspeito de dar golpes em diversos bares e restaurantes da região. A história ganhou repercussão depois que a cervejaria Brewers Cabinet publicou no Facebook uma foto de Saul Zelaznog, com o relato de que ele havia fugido do local sem pagar a conta.

A foto divulgada na quarta-feira (31) teve mais de 900 compartilhamentos, e Zelaznog deu entrada na quinta-feira (1º) no presídio de Washoe.

"Se você conhece ou vir esse cara, por favor ligue para a polícia de Reno imediatamente [...] e lembre-o que sua conta no Brewer's Cabinet ainda está esperando para ser paga... E sua conta no Campo... E sua conta no Imperial... E sua conta no Chapel... e sua conta em muitos outros estabelecimentos. [...] Pode também dizer a ele que visitar restaurantes e bares com seus amigos, gerar uma conta enorme, tratar mal os funcionários e cair fora não é bacana... é patético, na realidade", diz o texto no Facebook. A cervejaria não informa como conseguiu a foto em que Zelaznog aparece sorrindo, segurando seu telefone celular.

No dia seguinte, depois de vários comentários, o perfil da cervejaria divulgou uma atualização. "Obrigado a cada um de vocês pela ajuda. Graças a vocês, temos o nome e onde ele trabalha. A polícia vai abrir um boletim de ocorrência. O cara é um ladrão em série, não queremos pessoas como ele poluindo nossa cidade."

Segundo a agência de notícias Associates Press, a penitenciária não informou o motivo da prisão, mas afirmou que o homem havia violado sua condicional.

Sem dinheiro
Chris Kahl, um dos donos da cervejaria, disse em entrevista ao site local "RGJ" que Zelaznog deixou de pagar uma conta de US$ 100 (cerca de R$ 230). Ele contou que o homem estava com um grupo de amigos e foi o último a pagar a conta. Nessa hora, Zelaznog disse que havia esquecido a carteira e precisava buscar o dinheiro.

O site também entrevistou Zelaznog antes da detenção. "Eles estão agindo como se eu tivesse fugido. Eu voltaria para pagar a conta." Zelaznog disse que estava pedindo para a família emprestar-lhe o dinheiro – o objetivo era quitar a dívida na manhã de quinta, dia em que foi detido.

Questionado sobre por que saía para comer se não tinha como pagar, Zelaznog reconheceu se tratar de um "erro" e classificou a situação como um "desastre". Ele contou ainda que uma situação parecida aconteceu no restaurante Campo, onde deixou um "relógio legal" como forma de pagamento.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!