Justiça de SP manda tirar do ar quatro sites de comércio eletrônico

A Justiça de São Paulo ordenou a suspensão da loja online de artigos esportivos Superjogada, além das páginas de comércio eletrônico Aginew Magazine, Agitécnica e Dias Magazine. Todas pertencem à empresa Agitécnica, que teve suspensos em agosto três outros sites: o Dia Magazine, o Celular Digital e o Aginew.

A Justiça de São Paulo ordenou a suspensão da loja online de artigos esportivos Superjogada, além das páginas de comércio eletrônico Aginew Magazine, Agitécnica e Dias Magazine. Todas pertencem à empresa Agitécnica, que teve suspensos em agosto três outros sites: o Dia Magazine, o Celular Digital e o Aginew.

Todos os endereços estão fora do ar, com exceção do Superjogada – por volta das 13h30 desta terça-feira (29), ele ainda podia ser acessado. Segundo a decisão da 44ª Vara Cível, do dia 17 de outubro, o CGI (Comitê Gestor da Internet) pode pagar multa diária de R$ 500, caso o endereço seja mantido dez dias após notificação oficial.

O UOL Tecnologia tentou contato telefônico pelo número disponibilizado no Superjogada, mas não obteve sucesso. 

Também foi determinado o bloqueio de bens em nomes da Agitecnica Eletrônica Ltda e de seus sócios no valor de R$ 300 mil – o valor é preliminar, pois ainda não foi determinada a quantia exata dos danos causados pela companhia.

A Proteste (Associação dos Consumidores) entrou na Justiça em agosto após receber reclamações de pessoas que disseram ter comprado, mas não recebido, produtos nos sites acima mencionados. "Preços bem mais baixos que os encontrados no mercado atraíam os consumidores para a compra de eletroeletrônicos como TV, câmeras fotográficas e equipamentos de som, entre outros produtos", relata a associação.

Receba novidades por e-mail:

FIQUE SEMPRE INFORMADO!